Novas turmas do Caju visitam a fábrica da Nissan

13/03/2017
Após encontro com o presidente da Nissan, alunos têm desejo atendido
 
Na última sexta, 10 de março, 25 alunos do projeto “Caju: um novo olhar” estiveram na fábrica da Nissan em Resende. A visita foi um pedido dos próprios estudantes ao presidente da Nissan do Brasil, François Dossa, durante a abertura oficial das aulas deste ano letivo na Fundação Gol de Letra. Atendendo à curiosidade dos jovens, os funcionários os receberam de braços abertos e mostraram como são fabricados os carros Nissan.
 
“O objetivo desse projeto é transformar as pessoas. Para muitos desses jovens, uma visita como essa pode influenciar e ajudar nas decisões da vida profissional. A planta de Resende é uma das fábricas mais modernas do país, nada melhor do que mostrar a prática das atividades que eles aprendem na sala de aula”, disse François Dossa.
 
O projeto “Caju: um novo olhar” é um legado da empresa como ação de transformação após os Jogos Olímpicos e Paralímpicos no Brasil e conta com a parceria da Fundação Gol de Letra. Na sede da instituição, localizada no bairro do Caju, região central do Rio de Janeiro, os alunos recebem cursos profissionalizantes voltados à inclusão dos jovens no mercado de trabalho e também o ensino formal Fundamental II, Médio e pré-Enem.
 
 
O curso ajuda a gente a não ficar parado e a se capacitar. Eu falo para os meus colegas fazerem também, para conseguirem um salário melhor, às vezes até maior do que dos pais. Mais para frente eu quero até trabalhar aqui.” (Lucas Nascimento, 19 anos, aluno do curso de Funilaria Automotiva)
 
 
É incrível ver várias mulheres aqui dentro. Quando começamos a visita, o diretor da fábrica apresentou para gente a maquete e parecia que a fábrica era pequena. Quando fomos caminhar pelas áreas eu me surpreendi com o tamanho da Nissan.” (Letícia Maria, 18 anos, aluna do curso de Pintura Automotiva)