Árvore da Solidariedade: espalhando o bem na comunidade

18/12/2018
Voluntários apadrinham crianças e idosos nas unidades da Nissan
 
Transformar gratidão em ação foi a proposta da campanha “Natal Solidário”, realizada em todas as localidades da Nissan pelo Instituto Nissan. Funcionários e colaboradores doaram quase 500 presentes que foram entregues a crianças, adolescentes e idosos de seis projetos sociais. Além do apadrinhamento por meio da “Árvore da Solidariedade”, a ação também contemplou a entrega dos presentes em algumas instituições, garantindo alegria para os contemplados e voluntários.
 
Na árvore, a decoração ficou por conta da identificação das pessoas que receberiam os presentes. O colaborador então escolhia aquela que desejava apadrinhar e guardava uma via da tag com informações como nome, história e item escolhido como presente. Em Resende, o primeiro e maior grupo foi completamente “apadrinhado” em menos de 24 horas do início da ação. No Rio de Janeiro, em São José dos Pinhais e em São Paulo, ao apadrinhar alguém, era possível substituir a tag disponibilizada na árvore por um enfeite de coração, que simbolizava o apadrinhamento, mantendo sempre a árvore cheia, além de indicar quantos afilhados já haviam sido adotados.
 
“Nessa época as pessoas saem da rotina e conseguem se voltar mais para os outros porque ficam mais sensíveis. Por isso, acho muito oportuno que ações como essas sejam feitas para conseguirmos mostrar que existem crianças, adolescentes e idosos perto de nós e que precisam de coisas muito simples como um presente, atenção ou o nosso tempo”, destacou Viviani Estasi, tradutora e voluntária do Instituto Nissan.
 
Para Ricardo Dias, analista de Logística da Nissan, ações como essa são a tradução da palavra gratidão. “Por meio da Árvore da Solidariedade foi possível oferecer a outras crianças aquilo que temos condição de oferecer aos nossos filhos. É um ato de gratidão”, comentou.
 
As seis instituições que foram beneficiadas por meio da ação foram CMEI Parque das Águas, Asilo Nicolino Gulhot e Horta Cantinho Verde, em Resende; Saúde Criança, no Rio de Janeiro; Instituto Compartilhar, em São José dos Pinhais; e Educadores sem Fronteiras, em São Paulo.